Minimalismo

Aniversário minimalista, hoje faço anos!

aniversario-minimalista

Hoje é o dia do meu aniversário – 11 de Novembro – e hoje posso dizer que tenho um dia de aniversário minimalista!

No artigo de hoje trago uma partilha mais pessoal, menos informativa e logo mais emotiva, porque a vida é bem melhor com emoção à mistura!

Costumo sempre escrever sobre o meu aniversário e no dia que fiz 40 escrevi sobre a coragem de ser feliz, que podem ler aqui:

Hoje, 43 anos de vida que representam 43 anos de aprendizagens e desenvolvimento pessoal, e o que mais me deixa satisfeita, é hoje gostar muito mais da pessoa que sou agora do que da pessoa que era há uns anos atrás.

Sim, há muito coisa que muda e não propriamente para melhor, o corpo deixa de ter aquele vigor e tonicidade, a paciência deixa de ser a mesma, a memória já não é de elefante, mas sabem uma coisa? Deixei de me preocupar com coisinhas e foco-me no essencial, no meu essencial!

Sim, apanhei muito da vida, mas tudo bem, aceitei e aproveitei tudinho para me melhorar como pessoa, para me descobrir, para finalmente me assumir, sem receios ou reservas!

Finalmente abracei o meu minimalismo na sua plenitude e hoje faz parte inequívoca de quem eu sou.

Também no que diz respeito ao meu aniversário minimizei várias coisas, e hoje posso dizer que passo um aniversário minimalista, e porquê?

Aniversário Minimalista

Porque simplifiquei o meu dia de anos quando finalmente assumi que este dia é meu e não para agradar aos outros ou para continuar a perpetuar hábitos que agora já não fazem sentido.

  • Deixei de organizar festa – não que fosse grande entusiasta de festas, mas durante alguns anos fazia sempre um jantar comemorativo. Claro que guardo excelentes recordações dessas festas, mas também recordo as dores de cabeça de escolher o local, de andar até à última a confirmar presenças, de sentar as pessoas junto de outras pessoas que conheciam, de fazer as contas no final… Daí há uns anos para cá ter decidido que não ia fazer mais festas!
  • Deixei de estrear roupa nova – sempre me lembro de no dia dos meus anos estrear roupa nova. Nos primeiros tempos devido às reduzidas posses financeiras dos meus pais, que não podiam comprar roupa nova com frequência, então no dia dos meus anos era dia de roupa nova e eu adorava! Com o passar dos anos mantive a tradição, não por necessidade, mas porque sempre tinha sido assim, e foi algo que deixei de fazer porque deixou de fazer sentido para mim.
  • Deixei de abrir presentes – dia de anos era dia de presentes, muito pelo motivo que falei acima, porque era mesmo um dia especial e das poucas alturas do ano em que recebia presentes. Mas que aos poucos fui deixando de pedir presentes materiais e a dar preferência às experiências.
  • Passo o dia junto de quem mais amo e só faço o que só me apetecer mesmo fazer – faço questão de passar tempo com quem amo: almoçar com o meu marido, passar todo o tempo possível com os meus filhos e ao jantar juntar ao ramalhete os meus pais, sogros e alguma família mais próxima.
  • Peço ajuda – gosto de juntar ao jantar as pessoas que me são mais próximas, mas não faço cerimónia, peço ajuda aos convidados, pois passar o dia na cozinha não faz parte dos meus planos de um dia de anos. Uma traz a entrada a outra a sobremesa e dividimos as tarefas!
  • Não me chateio com nada – se algo não correr como o planeado, (embora faça planos com muita margem de manobra), ou se as minhas expectativas forem defraudadas (cada vez com menos expectativas nos outros), não deixo que isso me chateei!

Estes 6 aspectos vieram em muito contribuir para o meu aniversário minimalista e agora vou entrar novamente em modo off e apreciar cada momento, pois as melhores coisas da vida acontecem offline!

Guarde o meu aniversário minimalista no Pinterest para se inspirar a viver o seu


Mais conteúdo sobre Minimalismo nas minhas redes sociais: Instagram Facebook | Pinterest

Cláudia Ganhão | Coach & Especialista em Minimalismo

(Visited 589 times, 3 visits today)

6 thoughts on “Aniversário minimalista, hoje faço anos!”

  1. Então daqui segue um abraço grande e sentido. Grata pela tua existência e por partilhares os teus saberes minimalistas conosco. Sou mais resolvida também aos 43 e muita reflexão feita, neste último ano, das tuas partilhas de livros e reflexões. Que seja um dia bonito e um ano em serenidade 🙂 Parabéns!

  2. Muitos parabéns, que sejam muitos, com muita saúde e equilíbrio!
    Revi-me em certas mudanças. Eu tenho 38 anos, e até aos 30 tinha de estrear roupa no meu aniversário. Com o tempo deixei de dar importância a isso. Também deixei de fazer jantares, de pedir bens materiais… 😊

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *