Minimalismo

O meu minimalismo

Um artigo mais pessoal sobre a forma como vejo, sinto e pratico o meu minimalismo!

O meu minimalismo começou por ser uma forma de me livrar do excesso de coisas que tinha na minha vida e na minha casa.

Embora ao fim de quase 1 ano inteiro de destralhe e redução sinto que ainda tenho um caminho a percorrer, e que ainda tenho e quero reduzir imensa coisa da minha casa e da minha vida!

Efeitos negativos do excesso de tralha

Ainda tenho uma mala de mão com demasiadas coisa, ainda tenho muitas coisas que não uso e que ocupam espaço e energia.

Ainda tenho muitas coisa para limpar e arrumar, ainda tenho muitas coisas em duplicado.

Depois do destralhe vem obviamente a redução do consumo, comprar menos mas melhor, comprar de forma consciente. Preferir a qualidade, o natural, o biológico, o local, o vegetal, o ecológico e o mais sustentável.

Como conseguir uma casa mais sustentável

Aos poucos o meu minimalismo espalha-se e contamina toda a minha vida, e aos poucos espero que o faça também com o meu marido e com os meus filhos…

Menos compromisso, menos complicações, menos coisas, menos tralhas, menos pensamentos negativos, menos situações desagradáveis, menos afazeres, menos obrigações, menos pessoas tóxicas.

O Minimalismo é uma ferramenta poderosa, mas não é uma fórmula mágica, no entanto pode ajudar-nos a solucionar problemas, a corrigir situações, a melhorar a nossa qualidade de vida.

Esta filosofia de vida estende-se e aplica-se a tudo o que quisermos na nossa vida e é isso que eu procuro em conjunto com o meu desenvolvimento pessoal. Tornar-me uma melhor pessoa, mais simples, mais tranquila, mais calma, mais focada, mais real, mais presente e conectada comigo, com o que me rodeia e em especial com os meus filhos.

O que é o Minimalismo?

Nos dias que correm viver é cada vez mais complexo e o Minimalismo é a ajuda para simplificar a nossa vida, para nos ajudar a sermos mais felizes, realizados, tranquilos e a aproveitar o caminho enquanto viajamos, a viver o agora!

Cabe-nos a nós dedicarmos tempo e energia a melhorar a nossa vida, a descobrir o nosso minimalismo, mas aviso já, dá trabalho mas é muito compensador.

O meu minimalismo hoje é diferente de o meu minimalismo há 6 meses atrás e diferente do que será daqui a 1 ano.

O meu minimalismo evolui comigo e com as minhas necessidades, adapta-se ao que pretendo da vida e ao que necessito no momento, assim como à minha evolução.

Por tudo isto afirmo: o Minimalismo não é uma filosofia de vida rígida ou de aplicação rápida e já está. O Minimalismo é pessoal, intransmissível, único, evolutivo e que se constrói diariamente!

A minha missão de vida hoje, passa por ajudar pessoas a encontrarem a sua melhor versão, a vida com que sempre sonharam, a sua paz, realização e felicidade através do Minimalismo. A encontrarem o seu próprio minimalismo e a aplicá-lo de forma consciente nas suas vidas.

Relembro que não há fórmulas mágicas e se alguém te disser para fazeres isto ou aquilo e és minimalista, não acredites.

O que é válido para os outros não é com certeza para ti. Há a tua essência, as tuas vontades, os teus sonhos e todo o teu contexto: económico, social, familiar, emocional, geográfico, profissional, pessoal, etc, e isso torna-te uma pessoa única, tornando o teu minimalismo único também.

Procura o teu Minimalismo, com ou sem ajuda, mas constrói-o à tua medida. Não sigas a corrente, não sigas modas ou tendências, segue a tua intuição, a tua consciência e o teu coração!

Podes guardar este artigo no Pinterest para te inspirares com o meu minimalismo:

Para mais leituras sobre minimalismo aconselho o site The Minimalists


Mais conteúdo sobre Minimalismo e Desenvolvimento Pessoal nas minhas redes sociais: Instagram Facebook | Pinterest

Cláudia Ganhão | Autora e Produtora de Conteúdos | Minimalismo & Desenvolvimento Pessoal

(Visited 219 times, 6 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *