Escolher os Ovos | O que escondem os códigos

Escolher os Ovos | O que escondem os códigos

como-escolher-os-ovos

Cá em casa somos grandes consumidores de ovos! Os nossos favoritos são os que as galinhas do avó Zé produzem mas quando temos realmente de os comprar, tento sempre que possível escolher os ovos mais saudáveis.

No entanto, para garantir que estou a fazer uma escolha consciente e com segurança, tive de pesquisar e aprender a fazê-lo. É o resultado dessa pesquisa que hoje partilho!


Poderá gostar de ler 15 Hábitos para mudar de Vida


Acredito que somos o que comemos e que as escolhas que fazemos diariamente para nós e para a nossa família irão a longo prazo reflectir-se na saúde de todos.  

Como escolher os ovos?

O que escondem os códigos que todos os ovos comercializados têm obrigatoriamente de ter:

Geralmente temos a data de validade: VL dia-mês [ex: VL  22 – 08] e um segundo código: XYYX-XXX, onde X serão números e Y letras [ex: 3PT3-122]. 

Utilizando o exemplo acima, 3PT3-122, vamos perceber o que significa cada dígito:

  • o primeiro número é o código do modo de criação das galinhas;
  • as duas letras são o código do estado membro;
  • o segundo número é o código da direcção regional de agricultura da zona de exploração;
  • os três últimos números são código da exploração onde os ovos são produzidos;

O mais importante é o primeiro número, o código do modo de criação das galinhas. Este número pode variar de 3 a 0 e cada um desses números significa algo:

3 – Criadas em gaiolas (os mais comuns, mais baratos e os menos saudáveis)

As galinhas são criadas em gaiolas com espaços muito limitados (550 cm2/animal), com condições alteradas para aumentar a produtividade e com baixos custos de produção. O bico das galinhas é cortado para evitar comportamentos agressivos devido ao stress. 

2 – Criadas no solo

As galinhas são criadas em pavilhões fechados com espaço limitado (10 animais/m2) e sem possibilidade de sair para o exterior. O bico também é cortado.

1 – Criadas ao ar livre

Têm um espaço interior igual ao código 2 onde pernoitam ou se abrigam do mau tempo, e também têm um espaço exterior ao ar livre (2,5m2/animal).

0 – Modo de produção biológico

Galinhas criadas ao ar livre como no código 1 e 80% da sua alimentação tem proveniência biológica e a ração também está regulada (exterior 4m2/animal e no interior 6 animais/m2).  

A diferença de preços por vezes é pequena, cerca de 1€ por dúzia e no meu entender vale bem a pena escolher a melhor opção, os ovos que começam pelo código 1 ou 0, para bem da nossa saúde.     

Fontes: Sapo Lifestyle & Deco Proteste

Se gostaste deste artigo, guarda-o no Pinterest

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado.