Minimalismo

Porque devemos ir a Auschwitz uma vez na vida

porque-devemos-visitar-auschwitz

A 27 de Janeiro de 1945 o exército soviético abria as portas de Auschwitz, já se passaram mais de 74 anos e é essencial relembrar porque devemos ir a Auschwitz, pelo menos uma vez na vida.

Depois de tantos livros e filmes sobre o tema, na semana passada finalmente visitei Auschwitz, um sonho realizado e um misto de emoções enorme. Depois de ter visto com os meus próprios olhos, pisado aquele chão e sentido com todo o meu coração.

Poderá gostar de ler a minha recomendação dos 10 Livros sobre o Holocausto.

Mas porque é que devemos de ir a Auschwitz , pelo menos uma vez na vida

  • Para não esquecermos o que aconteceu;
  • Para nos lembrarmos do que o Homem é capaz de fazer ao seu semelhante;
  • “Os que não recordam o passado estão condenados a repeti-lo”;
  • Para perpetuar e honrar a memória de todos os inocentemente perderam tudo, a dignidade e a vida;
  • Para darmos valor à nossa liberdade, dignidade e segurança;
  • Para aprendermos a praticar a gratidão;
  • Para relembramos que o valor da vida não tem preço.

Minimalismo e Auschwitz

Visitar Auschwitz é relembrar o que nos diz o Estilo de Vida Minimalista. Auschwitz faz-nos reconhecer o que é realmente importante e essencial na nossa vida, aquilo que nos faz falta, aquilo que precisamos para viver, para manter a nossa dignidade e a nossa qualidade de vida, pois o resto é somente o resto…

Quem visita Auschwitz com o coração não volta igual, é uma lição de vida inigualável! Lá reconhecemos a nossa pequenez e impotência, lá reconhecemos o que é importante, lá reconhecemos que os bens materiais não são importantes, lá reconhecemos que não metade das nossa guerras do dia-a-dia não são minimamente importantes.

porque-devemos-visitar-auschwitz

O Memorial de Auschwitz-Birkenau fica em Oświęcim, na Polónia, acerca de 70 kms de Cracóvia. A viagem de carro faz-se em pouco mais de 1 hora e recomendo que comprem em simultâneo a viagem e a visita guiada ao Memorial.

Preparem-se para uma visita que mexe com as emoções, que nos transforma. Em certa parte é uma visita difícil, dura e triste, mas que considero que temos obrigação de fazer sobretudo para honrar a memória dos mais de 1 milhão de seres humanos, homens, mulheres, crianças, bebés que ali perderam a vida.

Recomendo também a leitura deste artigo do José Manuel Fernandes no Observador com a opinião do jornalista porque todos os Europeus deveriam de ir a Auschwitz pelo menos uma vez.

“Somos o resultado dos livros que lemos, das viagens que fazemos e das pessoas que conhecemos”

Boas Viagens

Beijinhos * Cláudia

Beijinhos * Cláudia

(Visited 489 times, 1 visits today)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *