5 Erros que destroem a produtividade

5 Erros que destroem a produtividade

5 erros que destroem a produtividade

No nosso dia-a-dia e na pressa de sermos mais e mais produtivos, há determinados erros que destroem a produtividade e que nem nos apercebemos como os mesmos nos afectam! 


No artigo de hoje, vou abordar 5 erros que destroem a nossa produtividade, mas antes de te apresentar os mesmos relembro-te como eu vejo e encaro a produtividade.



Produtividade com propósito

Na sua definição comum, o que cada um de nós consegue fazer com as nossas horas determina o quão produtivos somos.

Quando analisamos a produtividade de forma minimalista, com foco no essencial e com propósito:

  • o nosso objetivo não é fazer mais em menos tempo, mas sim fazer o que temos mesmo de fazer no menor tempo possível, para que nos sobre tempo para as restantes coisas! 
  • não é por ser mais produtiva no meu dia-a-dia que tenho de adicionar mais tarefas ao mesmo, por forma a ficar sobrecarregada.
  • não vou fazer tarefas que não tenham valor acrescentado, ou que não estejam de acordo com os meus valores e objetivos, só por fazer. 

Isto é a produtividade com propósito, fazer o que tem de ser feito, o que vai de encontro aos nossos valores, objetivos e que cumpre um propósito, ou seja, que tem um porquê forte!


Não adianta fazer só por fazer, não adianta ser extremamente produtiva em coisas que não precisamos ou queremos fazer! Em caso de dúvidas eu pessoalmente gosto de usar a matriz de Eisenhower, uma matriz criada pelo presidente norte americano Dwight D. Eisenhower e que ajuda na priorização de tarefas, ajudando-nos a distinguir o importante do urgente de forma rápida e eficiente. Partilho muitas das minhas ferramentas de produtividade no meu Instagram, por isso se esta é uma temática que te interessa, não te esqueças de me seguir por lá também.


Agora que já estamos de novos sintonizados e sabes o que queremos efetivamente fazer e as tarefas em que queremos ser mais produtivos, vejamos os 5 erros mais comuns que destroem a produtividade.



5 erros que destroem a produtividade

Estes são os 5 erros que destroem uma produtividade com propósito: 


1. Começar a semana sem planeamento

Sou fã de planear e preparar e se eventualmente falho uma semana o meu planeamento garantidamente que a minha semana vais correr menos bem, garantidamente que vou estar a ocupar tempo que poderia ser produtivo à procura e a selecionar o que tenho para fazer. 


Este é um ponto fundamental no que diz respeito quer à nossa organização pessoal, quer à nossa produtividade! É essencial começar a semana, ou o nosso 1º dia útil de trabalho (para quem trabalha por turnos) com o planeamento feito. 


Ou seja, com a alocação do nosso tempo de trabalho útil em compromissos e tarefas com valor acrescentado, com as tarefas que nos aproximam do nosso propósito e dos nossos objetivos.



2. Não definir limites e não fazer pausas

Mais um aspecto super importante e que a maioria das pessoas se esquece no dia-a-dia! Em primeiro lugar definir os nossos limites e os nossos inegociáveis. Começando pela definição do horário de trabalho e de quando e quantas vezes podemos abrir excepções, em que momentos é que não estaremos mesmo disponíveis, ou seja, onde e quando não há espaço a negociações.


Posso partilhar convosco um dos meus inegociáveis atuais: o número de horas de trabalho diários e os finais de dia, jantares e serões em família de sextas-feiras, sábados e domingos. Em segundo lugar, não podemos esquecer as pausas e intervalos regulares, pois é muito fácil não vermos o tempo passar e passar horas a trabalhar e a realidade é que a nossa capacidade de foco e concentração vai “caindo” ao longo do tempo e portanto é super importante as pausas. Uso regularmente a Técnica Pomodoro para não me esquecer de parar, esta técnica é uma excelente ajuda para nos ajudar a manter o foco e fazer pausas. 


Só assim com os meus limites bem definidos, com tempos de pausa e descanso é que consigo ser efetivamente produtiva, focada e equilibrada, desfrutando de uma produtividade com propósito.



3. Fazer várias coisas ao mesmo tempo

O famoso multitasking é no meu ponto de vista um dos nossos maiores erros e responsável por aquela sensação de sobrecarga e insatisfação.


 Alternar entre atividades traz-nos uma sensação de sermos produtivos. Porém, não passa de uma mera ilusão. Executar várias tarefas é considerado um verdadeiro inimigo para as concluir. Pode até certo ponto levar a um aumento da produtividade pura e dura, mas nunca levará a um aumento da qualidade.


Neste nosso conceito de produtividade, nenhuma de nós arriscaria ter uma diminuição dos nossos resultados, certo?Em última instância, não fazemos várias coisas ao mesmo tempo, fazemos 2 coisas malfeitas ou uma errada e, portanto, acabaremos sempre por gastar mais tempo.


Está mais que provado que o multitasking nos desfoca, desconcentra-nos e torna-nos menos produtivos! 



4. Deixar que as distrações te interrompam

Também aqui é super importante definir os nossos limites e não permitir que as distrações sem sentido nos tirem o foco e logo que prejudiquem a nossa produtividade.  Identificar as principais distrações que temos à nossa volta é sem dúvida o primeiro passo. 


O que te costuma distrair: os emails sempre a chegar, as notificações das redes sociais, as chamadas telefónicas, os grupos de whatsapp, as conversas paralelas, o barulho de fundo? Para e analisa as principais distrações que te rodeiam e depois age, bloqueia-as e elimina-as da tua vida, criando assim momentos de hiper foco! 



5. Deixar tudo para a última hora

A decisão de adiar dá-nos um alívio imediato, mas muito curto, levando-nos a médio e longo prazo a limitarmos nossa eficácia, o que consequentemente resulta em sentimentos de culpa e ansiedade.


Quando isto acontece frequentemente nas tarefas que temos mesmo de fazer, naquelas que mais geram resultados, estamos perante uma caso de procrastinação! Não quero com isto dizer que procrastinar é totalmente mau, há tarefas e fases da nossa vida em que é necessário e imprescindível procrastinar e adiar tarefas, agora não o podemos é fazer sempre de forma sistemática e de forma a que nos prejudique. 


Eu aconselho a que trabalhemos com folga, ou seja, para as tarefas que temos mesmo de fazer que as façamos logo, ou seja, que comecemos o mês, a semana, o dia com as tarefas mais importantes, aquelas que geram mais resultados, como nos diz Pareto: 20% das ações geram 80% dos resultados. Com essas ações feitas e despachadas podemos procrastinar sim!! 



Se a preguiça te costuma impedir de colocar em prática o que gostarias, se procrastinas nas coisas que podem ter um grande impacto no teu dia-a-dia, no curso online em formato vídeo WAKE UP™️: vence a procrastinação vais adquirir ferramentas e dicas para deixares de procrastinar e superar a procrastinação de uma vez por todas! 


Se eventualmente costumas cometer algum destes 5 erros, espero que rapidamente os superes, se precisares de ajuda eu criei o curso online, HANDS ON™️: aumenta a tua produtividade, um curso prático e intensivo com 2 fases para aumentar a tua produtividade mantendo a flexibilidade e sem entrar em burnout!



Se gostaste deste artigo, guarda-o no Pinterest

Leave A Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *