Minimalismo

Minimalismo no dia-a-dia

Tenho escrito sobre Minimalismo, sobre os seus benefícios, mas tenho sentido falta de partilhar como aplicar o minimalismo no dia-a-dia.

E é o que hoje pretendo com este artigo, partilhar consigo o meu minimalismo no dia-a-dia. Antes de começar relembro que o Minimalismo é identificar o essencial e eliminar o resto.

O que é o Minimalismo

Com esta definição é óbvio que o meu Minimalismo é diferente do seu, pois o que é essencial para mim não é para si, e está tudo bem! Para mim é esta a grande magia do Minimalismo, as regras são feitas por cada um de nós e de acordo com o que é essencial para cada um.

Esta flexibilidade e adaptabilidade do Minimalismo é meio caminho andado para que esta filosofia de vida resulte mesmo, quando a adoptamos no dia-a-dia.

O Minimalismo chegou à minha vida há aproximadamente 1 ano e aos poucos tenho mudado toda a minha forma de estar na vida.

Para saber Como o Minimalismo entrou na minha vida

Depois de ter identificado o que efectivamente é essencial na minha vida, o que foi por si só um processo daqueles, pois estive durante algum tempo confusa, à mercê do que a sociedade me impunha, refém do dinheiro e do socialmente adequado.

Felizmente reconheci a tempo que não estava feliz e realizada, felizmente tive ao meu lado as pessoas certas para me suportar e dar força, e finalmente consegui ver claramente o meu caminho, ou seja, consegui identificar o meu essencial.

E depois de ter o meu essencial bem presente, comecei a eliminar tudo o resto e cheguei ao meu Minimalismo.

Acredito realmente que este estilo de vida Minimalista, com foco no essencial, mais simples, mais leve é poderoso e nos leva a viver de forma mais tranquila, plena e feliz.

Quais são os Benefícios do Minimalismo?

Eu tenho experienciado tudo isso no meu dia-a-dia, assumo também que não é de um momento para o outro que tudo isto acontece e a vida vira um mar de rosas, obviamente que não, e se dissesse o contrário estava a ser hipócrita.

Há obviamente fases mais desafiantes em que me esqueço de muitas das coisas que defendo, e vivo na confusão, totalmente desfocada deste modo de vida, mas aprendi a aceitar esses momentos, tento sempre aprender com eles, agradeço e devagar retorno ao meu Minimalismo.

Como aplico o meu Minimalismo no dia-a-dia:

  • Privilegiar as horas de sono [Dicas para dormir bem]
  • Acordar com tempo [Dicas para facilitar as manhãs]
  • Estabelecer diariamente as 3 tarefas mais importantes do dia e concretizá-las em primeiro lugar
  • Fazer sempre uma tarefa de cada vez [Dicas Single Task]
  • Passar mais tempo offline [Minimalismo Digital]
  • Ver o email somente 2 vezes por dia
  • Simplificar a minha agenda
  • Ter tempo para não fazer nada
  • Dizer não a compromissos, tarefas e situações que não me trazem valor acrescentado
  • Meditar diariamente
  • Fazer yoga no mínimo 2 vezes por semana
  • Ler diariamente [Benefícios da Leitura]
  • Desfrutar dos meus filhos e família sem interrupções
  • Estar presente quando as minhas pessoas precisam de mim
  • Preparar as nossas refeições
  • Fazer compras conscientes [Comprar como um minimalista]
  • Preparar sempre o dia seguinte
  • Destralhar com frequência e não acumular tralha [30 coisas que deve deitar fora]

Pretendo que este meu artigo lhe sirva de inspiração, que o ajude a identificar o seu essencial, a criar o seu Minimalismo e viver a sua vida da melhor forma possível!

O Leo Babauta é uma das minhas grandes inspirações e aconselho vivamente a leitura do seu Blog, Zen Habits.

Para se inspirar e aplicar o minimalismo no dia-a-dia guarde este artigo no Pinterest

minimalismo-no-dia-a-dia


Mais conteúdo sobre Minimalismo nas minhas redes sociais: Instagram Facebook | Pinterest

Cláudia Ganhão | Coach & Especialista em Minimalismo

(Visited 11.464 times, 54 visits today)

2 thoughts on “Minimalismo no dia-a-dia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *